Novos cabos Audioquest HDMI 8K com largura de banda aumentada para 48Gbps

Audioquest HDMI 48gbps

A Audioquest apresentou recentemente a sua nova gama de cabos HDMI 48G com suporte 8K. A norma HDMI 2.1 é a evolução mais recente da especificação HDMI e oferece suporte a uma variedade de resoluções de vídeo e taxas de atualização mais altas, incluindo 8 K/60 Hz e 4 K/120 Hz, e resoluções até 10K para uso comercial, profissional ou para jogos.
Os formatos HDR dinâmicos também são suportados e o novo cabo HDMI de ultra alta velocidade passa a ter uma capacidade de largura de banda aumentada até 48Gbps.
Para poder conseguir resoluções 8K suportando taxas de transferências de dados até 48Gbps, a Audioquest teve de usar condutores com maior diâmetro e uma estrutura muito cuidada a nível do entrelaçamento dos condutores internos. Por uma questão de facilidade de identificação foram mantidas as designações e sequências da gama anterior e foi igualmente criada uma nova linha de cabos com especificação eARC.

O novos cabos garantem que recursos dependentes de larguras de banda ultra alta sejam fornecidos incluindo vídeo 8K HDR não comprimido e possuem também uma EMI (interferência eletromagnética) excecionalmente baixa, o que reduz a interferência com dispositivos wireless próximos. Obviamente os novos cabos HDMI 48G são compatíveis com versões anteriores e podem ser usados com todos os equipamentos e dispositivos HDMI já existentes no mercado.

Nestes novos modelos há também uma nova gama de cabos HDMI dedicados ao eARC (Audio Return Channel).
Os cabos da versão eARC são mais económicos que os seus pares do mesmo modelo, porque ao contrario destes que usam a mesma percentagem de prata para todos os seus condutores, os modelos eARC usam apenas condutores do nível Forest 48G (0,5% de prata) para os 4 pares de dados de Audio e Vídeo, mas usam um metal com maior percentagem de prata (10% ou 100%) apenas para o par de dados do canal do retorno de áudio. Desta forma os utilizadores do eARC podem comprar um cabo da melhor qualidade apenas para esse efeito sem terem necessidade de pagar mais por condutores que na verdade não vão ser usados.

15 de Janeiro de 2021